sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Sexo oral no Sexo Verbal



Meu nome é Lucy (nome fictício), sou paulista de Santo André, moro em Salvador desde o ano passado, tenho 20 anos e sou lésbica. Tenho uma relação como uma menina de 22 anos e estamos atravessando um período muito conturbado, com brigas e discussões quase que constantes, sendo que por trás disso tudo está a postura dela na cama.

Estudando o comportamento de casais (independente da opção sexual) ao longo do tempo, acabei concluindo que a atitude passiva e a atitude ativa sempre existiu dentro do relacionamento, principalmente até meados dos anos 80. Porém, de lá para cá, tenho observado que essa rigidez comportamental com relação a “quem faz o que” vem se diluindo e parece não haver mais papéis muito bem definidos na hora do sexo.

"...alguns homens não chupam
suas parceiras por entenderem
que a submissão é papel
reservado para a mulher."

Trocando idéias com gays e lésbicas, pude confirmar minhas suspeitas, pois a maioria diz que são ativos e também passivos, dependendo da conveniência ou mesmo da vontade. Claro, no meio em que freqüento, existem lésbicas masculinizadas que se posicionam como a parte ativa da relação e não abrem mão disso. Mas esse não é o meu caso. Sou muito feminina, minha namorada é modelo e isso nos afasta de qualquer estereótipo. Só os mais chegados sabem da nossa opção sexual. Nos conhecemos em janeiro desse ano (2010) em um desfile onde trabalhei (sou fotógrafa). Fizemos outros trabalhos juntas em eventos e logo pintou uma aproximação.

Quando começamos a ter relações, notei que ela nunca tomava a iniciativa de me chupar. Com o passar do tempo, criei coragem e pergunte a ela se havia algum problema com isso. Para minha surpresa, ela respondeu “que algumas coisas ela não fazia”. Até hoje isso me deixa confusa, pois uma atitude dessas seria mais sensata vindo da boca (desculpem o trocadilho) de um homem e não de uma mulher.

"Pode uma lésbica não
gostar de fazer sexo oral na parceira?"

Mais uma vez, fui ter com meus amigos gays, na esperança de obter uma resposta que me acalmasse os ímpetos. Depois de horas trocando idéias, chegamos a conclusão de que alguns homens não chupam suas parceiras por entenderem que a submissão é papel reservado para a mulher, sem falar na questão idiota do nojo que alguns dizem sentir. O mais ridículo disso tudo, e também revoltante, é que todos gostam de um bom boquete, mas na hora de inverter os papéis, agem como verdadeiros trogloditas machistas. Depois levam um lindo par de chifres e não sabem o motivo.

Depois de uma de nossas brigas, finalmente ela me prometeu que iria me chupar, mas que talvez isso levasse algum tempo, visto que, para ela, era algo novo. Fiquei quieta, não queria estragar o que parece ser uma pequena conquista. Até agora não rolou nada e muitas vezes penso que ela está adiando. Mas, enfim, darei a ela esse crédito.

Acredito que só o amor que sinto por minha namorada é o que me mantém. Não fosse isso, já teria dado o fora. Vejo minhas amigas, todas felizes, chupando e sendo chupadas sem o menor estresse. Seria pedir muito? Afinal, o que se passa na cabeça dessa moça? Pode uma lésbica não gostar de fazer sexo oral na parceira? Para que serve esse egoísmo todo?

Portanto, se esse texto está sendo publicado, significa que ainda não recebi o que me prometeram, infelizmente. De qualquer forma, quero agradecer a todos da equipe do Sexo Verbal pela oportunidade que me concederam, a Valentina, (que teve muita paciência comigo) e também desde já antecipar agradecimentos aos que se derem o trabalho de comentar.


"Palavra de mulher"
Colaboradora: Lucy


16 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Minha cara ... vejo duas razões para que sua namorada não queira fazer sexo oral com você.
A primeira, mais difícil de resolver, é alguma interferência de fundo psicológico (traumas, tabus, dogmas religiosos, etc.). Para resolver isso é necessário muito conversa e possivelmente algum apoio psicológico.
A segunda, mais simples de resolver e mais difícil de conversar, é "nojo".
Práticas orais são, digamos, uma sofisticação do sexo. Não são "naturais". Imagine-se fazendo sexo oral numa mulher das cavernas ...
O que tornou possível a pratica prazeirosa (para ambos) do sexo oral foi o advento da higiêne.
Mas para algumas pessoas é difícil dissociar o fato de que "aquele é o lugar por onde sai o xixi, e está muito perto do lugar de onde sai o cocô".
Eu não sou gay e adoro praticar sexo oral, mas já tive problemas com algumas namoradas por detalhes bobos (um restinho de papel higiênico grudado acaba com o clima e remete à função primária da região). Imagine a dificuldade de dizer para sua companheira que ela não está suficientemente limpa !!!!
Faça um teste e peça para ela te dar esse prazer imediatamente após o banho ...
Espero ter ajudado.
Bjs

Sexo Verbal disse...

Pelo visto, não é só no mundo dos homens que existe a aversão a praticar sexo oral na parceira. Isso é bom para que algumas mulheres saibam que não somos tão toscos assim. Também nem sei se é questão de ativo ou passivo, mas sim de gostar ou não gostar. Dê uma dura na moça, pois ficar insatisfeita na cama é coisa que não vai acabar bem. Aliás, aproveitando o trocadilho, VAI ACABAR.

Enfil

Cor de Rosa e Carvão disse...

olha, eu sou a favor de que tu acabe logo com isso. hehehe. troca, amiga. troca de namorada, por que essa tá dificil de evoluir. beijocas

Valentina disse...

Às vezes a outra pessoa nos é tão cara que acabamos nos anulando e aceitando coisas que normalmente não aceitaríamos. Pode dar certo por um tempo, mas não todo o tempo.

Beijo!

Única e Exclusiva disse...

Não podemos mudar ninguém, ou aceitamos ou nos afastamos. E isso só vc poderá resolver. Se acha que o crédito posto a sua amada poderá surtir efeito, aguarde. Nem só de amor vive uma relação, sexo é fundamental.

bjs <3

Homem disse...

Talvez você deva respeitar a opção dela de não querer fazer o que você quer que ela faça.
Quando damos alguma coisa a alguém, não podemos esperar que ela retribua da mesma forma.

Pense nisso.

Crioula disse...

é verdade que nao podemos esperar nada em troca, mas (pq eu tenho sempre um mas) Sexo sem sexo oral nao rola. Pelo menos p mim. Entao cabe a vc colocar na balança e ver se continua com a sua namorada ou nao. Espero ter ajudado.

Ah en,fil obrigada pelo convite, ja tenho ate o sujeito. rs.. te escrevo com calma.*
beijos

Afrodite disse...

Oi!
Tenho que concordar com a minha amiga Cor de rosa e carvão:Troca de namorada!
Assim vc será mais feliz pois ela não mudará a atitude perante vc.
Beijo!

anonimosdosexo disse...

Parabéns!! Delicioso blog.
Já estou te seguindo.
E quando puder de uma passado no
http://anonimosdosexo.blogspot.com/
Abraços

Engraçadinha disse...

Menina, sexo é uma via de mão dupla. Então vc é do clube "mentiras sinceras me interessam"? E mais, se ela disse q não gosta de chupar, então vale encontrar alguém que goste. Espero ter ajudado.

AMOR & SEXO disse...

Estranho realmente , sera que a sua propria parceira nao faz parte da porcentagem dos homens que nao gostam... porque sincerament epara fazer ORAL tem que ter DOM , mas porque elateria nojo de algo que ela tem em si propria??

Engraçadinha disse...

Enfiuôôô!

Comentei lá no blog com muitos palavrões e desaforos do jeito q vc gosta.

Depois vai lá pra entender a frase!

Augusto Branco disse...

SER MULHER

Ah, ser mulher!

Ser mulher é ver o mundo com doçura,
É admirar a beleza da vida com romantismo.
É desejar o indesejável.
É buscar o impossível.

O poder de uma mulher está em seu instinto
Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
E cuidar de vários outros filhos que não são seus.

Ah, as mulheres!
Ainda que sensíveis
Mulheres conseguem ser extremamente fortes
Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.

Mulheres cuidam de feridas e feridos
E sabem que um beijo e um abraço
Podem salvar uma vida,
Ou curar um coração partido.

Mulheres são vaidosas,
Mas não deixam que suas vaidades
Suplantem seus ideais.

Muitas mulheres mudaram o rumo
E a história da humanidade
Transformando o mundo
Em um lugar melhor.

A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
Ser mulher é gostar de ser mulher
E ser indiscutivelmente feliz
E orgulhosa por isso.

- Brunna Paese -

Ministério da saúde disse...

Olá blogueiro!
A melhor prevenção é a informação e usando a camisinha, todos curtem melhor a vida e sem preocupação. Homens e mulheres, de qualquer idade, orientação sexual ou classe social são vulneráveis ao vírus HIV e a outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Ajude a divulgar informações e conscientizar mais pessoas sobre as formas de contágio e prevenção de DSTs. A camisinha é segura e a maior aliada nesse combate. Ela é distribuída gratuitamente na rede pública de saúde.
Curta a vida. Sexo, só se for com camisinha, senão não dá! Com amor, paixão ou só sexo mesmo. Use sempre!
Para mais informações: http://www.camisinhaeuvou.com.br/, http://www.aids.gov.br ou http://www.formspring.me/minsaude
Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/minsaude
Atenciosamente,
Ministério da Saúde.

Petite Sorcière disse...

Acho que não tem como comparar, ou seja, cada caso é um caso e cada pessoa uma pessoa.

Não importa a nossa opção sexual, ainda carregamos um pouco de preconceito, seja dos outros, seja de nós mesmos e às vezes ela acha que sexo oral vá fazer dela mais gay. Na verdade, não sei como é o relacionamento de vocês e como é a parte de "se assumir", mas para algumas mulheres estar com outra mulher é só momentaneo, etc.

Também pode ser que ela simplesmente não sinta prazer nesse aspecto, e sexo é para os dois certo?

Não é legal brigar por isso, é uma coisa muito pequena perto do amor.

=**

Lovedream sexshop disse...

Parabens pelo post