sábado, 13 de fevereiro de 2010

Fazer valer a vida e sentir-se vivo!



Todos os dias nos vêem cada vez mais tomados pela insegurança de uma vida corrida. Ainda mais quando nada é realmente certo, somos tomados por temores absurdos, como o grande medo de terminarmos a vida abandonados.

E nesses momentos tudo é um ponto de fuga para aliviar o temor que impera em nosso peito. Muitas pessoas se prendem ao trabalho, a adrenalina e alguns colecionam mapas, revistas e guias para aumentar a possibilidade de encontrar um parceiro, seja apenas para a prática mais gostosa de todos os tempos, o sexo; ou para trocar algumas palavras de afeto e carinho.

"Está provado que o sexo é o
maior candidato para o alivio do estresse."


O homem (no contexto geral) é um ser que não consegue e não sabe viver isolado; sendo o estopim para muitas aventuras frustradas. Quem nunca se viu envolto numa trama tamanha que pensou que iria enlouquecer com a situação?

Algumas pessoas pensam que o sexo é o único motivador de um relacionamento durável. Quanto a isso eu discordo, até mesmo por acreditar que não seja o ÚNICO motivador, mas sim, um auxiliador na manutenção do mesmo.

Uma casal que não transa é um casal que vive a discutir. Está provado que o sexo é o maior candidato para o alivio do estresse. Mas a forma a qual ele deve ser feito, varia de acordo com o gosto do freguês. Sexo selvagem, sexo relax, sexo apenas para descarregar as amarguras da vida. Qualquer modalidade é válida, desde que feita com respeito.

Não existe momento para fazer valer a natureza. Os maiores casos de amor e sexo louco e desenfreado surgiram de "pegações" alucinadas em lugares inóspitos.

Quem nunca desejou transar dentro de um carro? Quem nunca se pegou numa "agarração" na escadaria do prédio? Quem nunca esperou apenas a porta do elevador fechar para se entregar um momento de luxúria? Ou quem nunca esperou apenas os pais/avós apenas se distraírem para deixar a “mão boba” fazer o seu trabalho?

Isso tudo é saudável e faz toda a diferença entre estar vivo e estar realmente vivo. Deixe que o seu corpo fale por você; deixe a loucura tomar conta do seu corpo e alma; reacenda a cada dia a paixão e você sentirá uma brasa percorrer seu corpo, culminando em seu peito e entre as pernas.

Mas nunca se esqueça: a curtição inconseqüente (leia: sem camisinha) de hoje pode ser a responsabilidade precocemente adquirida amanha!


"O que os homens pensam"
Colaborador: Dr. Rom
[Aleatoriamente, Rom]
Perfil completo: clique na imagem

11 comentários:

Sexo Verbal disse...

Falta de sexo é uma droga. Já vi casos de pessoas perderem o sono ou apresentarem fortes dores musculares.

Abraços,

Enfil

Anônimo disse...

"brasa entre as pernas" pra mim é gonorréia, maluco!!!!!!!!!!!!!!!!

Valentina disse...

Sexo é mesmo muito bom. Mas sempre com responsabilidade.

Helô Müller disse...

Oi Jaque!!
Estou encantada com o Blog da dupla! ( me parece ser seu e do Enfil! )
Assuntos pertinentes, atuais, informativos, variados, muito bem redigidos, e, TUDO de forma light, instrutiva e bem divertida!!
Claro que já estou na cola de vcs...
O que é bom é pra gente ir atrás, sempre!!rs
Dorei!
Quanto ao lado saudável do sexo, não tenho a menor dúvida... Difícil, às vezes, é uma parceria tb saudável!! Mas, a gente se vira como pode, né?! rs E eu confesso que até que me viro bem... rs
( aliás, um assunto que talvez mereça uma outra postagem!! Fica aqui a minha "atrevida" sugestão... )
Parabéns ao Rom pela sua simpática forma de abordagem na escrita!!
Bjs carnavalescos em todos!
Helô

"Linkarei" o Blog lá no meu cantinho dos mais visitados...

Cor de Rosa e Carvão disse...

Dr. Rom, eu me sinto muito bem depois da prática do sexo com raiva. Depois, até consigo discutir melhor o assunto que me incomoda com a criatura. Fica mais fácil perdoar... Estranho né?!

Dr. Rom disse...

Estranho, estranho, não é. Até porque existe a liberação maciça de endorfina durante o ato sexual. E pode acreditar isso faz toda a diferença.

Só que não pode acontecer é virar um fator recorrente na vida do casal, discutir sobre os problemas apenas em suites de moteis.
Entende?

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ® disse...

Nada supera o ato sexo, e ainda bem que existe a pratica e verbalmente se inicia o que o corpo quer e precisa, sexo ! beijos !!!

Flavio Ferrari disse...

Sexo é bom para o estresse quando é bom, e sem estresse ...

Cor de Rosa e Carvão disse...

Opa! Está explicado Dr. Rom. E pode ficar tranquilo, que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, eu brigo pouco com a pessoa amada. E nem todas as conversas rolam depois do sexo com raiva. Uma pena na minha opinião... Adoro ir aos motéis. Hehehehe. Aliás, seja pra fazer as pazes ou apenas dar uma para desestressar do ambiente familiar. beijo

Engraçadinha disse...

Nossa senhora! Eu já fiz todos os exemplos q ele deu no post.
Puxa... eu já fui boa nisso!

Ivo disse...

éh. Dr. Rom está ficando famoso. Quem sabe um dia faz pós em Sexologia! Um abraço. E olha que conheço este Dr Rom desde pequeno (num bom sentido pe claro)